BC comemora Dia do Bibliotecário

em
293
visualizações

12 de Março, eleita a data comemorativa do Dia do Bibliotecário em homenagem ao nascimento de Manuel Bastos Tigre, engenheiro, jornalista, poeta e primeiro bibliotecário selecionado por concurso público para o Museu Nacional, em 1915, tornando-se o patrono dos bibliotecários brasileiros. Instituída pelo Decreto nº 84.931/1980 para homenagear o profissional de reconhecida competência no tratamento, comportamento e consumo da informação em seus diversos meios e suportes, do impresso ao eletrônico.

Os bibliotecários de todo país congratulam-se nesse dia em meio a eventos diversos, palestras, conferências, gincanas e outras atividades que visam a valorizar e potencializar o papel do bibliotecário. Em especial, os da Biblioteca Central da UFPA, solidarizam-se e promovem atos em razão de seu mister profissional de difusor e mediador da informação, do conhecimento e da cultura.

O Bibliotecário na Universidade – É incontestável a importância da universidade para o desenvolvimento científico, socioeconômico e cultural do Estado e região, haja vista os ilustres nomes da história, política, medicina, direito, artes e letras que fazem o Estado do Pará e que concluíram seus estudos e formação profissional nas salas de aulas, laboratórios e bibliotecas, dentre estas, a Biblioteca Central da UFPA, criada em dezembro de 1962 para dar o suporte bibliográfico complementar às atividades curriculares da graduação na época.

O Sistema de Bibliotecas da UFPA (SIBI), constituído pela Biblioteca Central e 34 bibliotecas universitárias, sendo 26 na capital e 8 nos campi do interior, com um contingente de 92 bibliotecários, tem como missão disponibilizar o acervo existente e a produção de conhecimentos gerados pela UFPA e, mais, facilitar o acesso aos recursos informacionais em redes, para atender as atividades de ensino, pesquisa e extensão. Seu papel tem sido revelado através do extremado empenho na condução do caminho da auto-sustentabilidade do sistema da informação universitária, na interface, usuários, recursos e informação.

Evolução – Nos últimos anos, o bibliotecário tem revolucionado os seus processos de trabalho, aderindo cada vez mais à interdisciplinaridade das Tecnologias da Informação e Comunicação para ampliar o leque de serviços e produtos que oferece aos seus usuários. A autonomia do usuário hoje tem sido uma modificação considerável na forma de trabalhar do bibliotecário, embora mantenha a importância da estruturação dos sistemas de informação.

Contextualmente, a UFPA atende às expectativas nacionais, participando dos programas cooperativos, que, assim, tem facilitado o acesso às bases de dados bibliográficas mundialmente conhecidas. Em reverso, assume o compromisso de indexar nessas bases a produção científica local e institucional. A relevância desse fato está no resgate e no registro da intelectualidade científica brasileira, onde se inclui a UFPA, e a sua disponibilização em âmbito nacional e internacional, o que garante sua circulação e reconhecimento do mérito.

A gestão do conhecimento e da informação realizado pela BC posiciona a UFPA no ranking nacional e internacional de repositórios brasileiros em 15º lugar, em meio a 45 instituições; na América Latina ocupa o 51º lugar, e mundialmente, o 703º. É detentora do Prêmio Top User, do editor das bases de dados da ProQuest, por duas vezes consecutivas, como a instituição de maior demanda da Região Norte.

Em reconhecimento à atuação e influência do trabalho da BC, participa dos organismos representantes da classe em âmbito nacional, como representantes regionais, na Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB), Comissão Brasileira de Bibliotecas Universitárias (CBBU), Comitê Brasileiro de Desenvolvimento de Coleções (CBDC) e Rede de Repositórios da Região Norte – líder dos RIs.  Quanto às instituições nacionais, está integrada à Capes, como help desk Região Norte do Portal de Periódicos; ao PLANOR, Plano Nacional de Obras Raras da Biblioteca Nacional, como biblioteca base, integrante do Rede de Catálogo Coletivo Nacional (CCN) e como biblioteca base e solicitante dos programas de comutação bibliográfica Comut, do IBICT, e Scad, da BIREME.

Homenagens – Com motivos de sobra para comemorar, as bibliotecárias e bibliotecários da BC e das bibliotecas do SIBI reuniram-se esta manhã no Hall da Biblioteca Central, para a programação do Dia do Bibliotecário. Estiveram presentes autoridades como o Prof. Edson Ortiz de Matos, Pró-Reitor de Administração, o Prof. Luciano Nicolau da Costa, Diretor de Contratos e Convênios da PROAD e Maria das Graças da Silva Pena, Diretora da Biblioteca Central, a qual presidiu o evento, homenageando os bibliotecários do Estado do Pará.

Durante a programação, foi lançado o ebook 52 sob-lentes (link: http://bc.ufpa.br/site/images/DocumentosPDF/E-BOOK_52_SOB-LENTES.pdf), que reúne as fotografias vencedoras do I Concurso de Fotografias da BC e que fizeram parte da exposição homônima, promovida durante a semana de aniversário da Biblioteca, em 2014. Também foram homenageados os usuários com mais empréstimos no último ano: Walber de Oliveira Costa, servidor do Centro de Processos Seletivos (CEPS), com 76 empréstimos; Luiz Gustavo Silva Lima, estudante de Medicina, com 91 empréstimos e o Prof. Silvio Augusto de Oliveira Holanda, do Instituto de Letras e Comunicação (ILC), assíduo frequentador da BC, com 331 empréstimos no período. Com um coquetel e sorteio de brindes, a celebração foi compartilhada com os usuários – razão de ser da própria biblioteca.

COMPARTILHAR