Biblioteca Central faz parceria com o movimento “Marajó vivo”

em
0
665
visualizações
Reunião sobre o convênio com a bibliotecária Débora Matni Fonteles;  Carlos Alberto da Silva Leão, Irmandade dos Devotos do Glorioso São Sebastião e do Movimento Marajó Vivo; diretora da Biblioteca Central Célia Pereira Ribeiro e a bibliotecária Anézia Eugênia Albuquerque.

Contribuir com o acesso, disseminação e uso do conhecimento pela sociedade por meio de acervos, como por exemplo os bibliográficos, os multimeios faz parte de uma das atribuições da Biblioteca Central Professor Doutor Clodoaldo Beckmann, da Universidade Federal do Pará. 

Nesse sentido, firmou-se uma parceria entre a direção da Biblioteca Central representada pela Sra. Célia Pereira Ribeiro e o Sr. Carlos Alberto da Silva Leão, membro do movimento “Marajó vivo”, cidadão do município de Cachoeira do Arari, que está engajado em questões culturais e educacionais do arquipélago do Marajó, e que visa também assim como a Biblioteca Central contribuir para as demandas de acesso à informação e ao conhecimento, melhoria das escolas e de suas bibliotecas, o que lhe fez desenvolver ações de arrecadação de livros junto às instituições e editoras. 

Enfatiza-se que esta parceria foi apenas e somente firmada pela relevância que o arquipélago do Marajó possui para o Estado do Pará. 

Vista ao acervo inventariado e separado por área. Na foto o bibliotecário Denis Alessandro da Costa Aires; diretora da BC Célia Pereira Ribeiro;  Carlos Alberto da Silva Leão, Irmandade dos Devotos do Glorioso São Sebastião e do Movimento Marajó Vivo e a bibliotecária Anézia Eugênia dos Santos Oliveira de Albuquerque.

A contrapartida da Biblioteca Central nesta parceria foi a de disponibilizar os bibliotecários da equipe de Apoio à Direção, constituída pelos profissionais Alessa Caroline Prazeres da Costa, Anézia Eugênia dos Santos Oliveira de Albuquerque, Débora Matni Fonteles e Denis Alessandro da Costa Aires, bem como de seu espaço físico para organizar e inventariar todo o acervo arrecadado pelo  Sr. Carlos Alberto da Silva Leão. 

O material inventariado foi organizado em categorias para facilitar a distribuição para as bibliotecas dos municípios de Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras e Santa Cruz do Arari, pertencentes ao arquipélago do Marajó.

O inventário ocorreu por meio de contagem e registro em planilha do G-suíte. O prazo firmado para o desenvolvimento da atividade foi até setembro de 2021. Foram contabilizados 572 títulos e 7.725 exemplares, sendo em sua grande maioria livros e dicionários, distribuídos nas categorias de ensino infantil, ensino fundamental, ensino médio, educação superior, literatura em geral, entretenimento como quadrinhos e obras de referência como dicionários.

Visita ao acervo com: a Secretária de Educação de Cachoeira do Arari – Anete Dias; Pedro Ribeiro dos Santos – Pastoral dos Pescadores; Rosemiro Beltrão Pamplona Ribeiro – Secretário de Meio Ambiente de Santa Cruz do Arari e Carlos Alberto da Silva Leão – Irmandade dos Devotos do Glorioso São Sebastião e do Movimento Marajó Vivo.

Portanto temos a plena convicção que a Biblioteca Central por meio da parceria firmada e cumprida, contribuiu com as demandas sociais e informacionais de municípios tão carentes de biblioteca como é o caso Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras e Santa Cruz do Arari, bem são carentes também de profissionais capacitados tais como os bibliotecários que dispõem de condições de realizar projetos como o que foi demandado pelo Sr. Carlos Alberto da Silva Leão.

 

Texto: Equipe de Apoio à Direção (Biblioteca Central)