Bibliotecas Nacionais lançam a Biblioteca Digital Luso-Brasileira

em
1214
views

As Bibliotecas Nacionais do Brasil e de Portugal lançaram na terça-feira, 10, no Rio de Janeiro, o portal da Biblioteca Digital Luso-Brasileira, com acervos digitalizados de ambas as instituições. O principal objetivo da BDLB é disponibilizar tais documentos a partir de um único ponto de acesso. O Evento foi realizado no Auditório Machado de Assis da Biblioteca Nacional e apresentado pela diretora do Centro de Processamento e Preservação Liana Amadeo, além de contar com a presença do presidente da Biblioteca Nacional, Renato Lessa; do Cônsul Geral de Portugal, Nuno Bello; e de Ângela Bettencourt, coordenadora da Biblioteca Nacional Digital.

O Desenvolvimento do projeto teve seu início há dois anos e trata-­se de um esforço conjunto, muito importante para dar nova dimensão, relevância, visibilidade às pesquisas referentes aos conteúdos culturais em língua portuguesa na internet assim como sua promoção, fortalecimento e disseminação no cenário internacional.

Durante a apresentação de lançamento, Renato Lessa comemorou a criação do projeto como um reencontro histórico entre as duas instituições e lembrou que acontecimentos históricos foram importantes para a formação do acervo de valor inestimável que hoje pertence à Biblioteca Nacional.

Pronunciou-se, também, Nuno Bello, Cônsul Geral de Portugal que saudou a iniciativa entre as duas instituições e leu carta da diretora-geral da Biblioteca Nacional de Portugal (BNP), Maria Inês Cordeiro, que frisava que “a internet contrapõe-se, hoje, à distância com que um largo mar, durante séculos, nos separou. Com os meios tecnológicos, estamos mais próximos, tão próximos quanto uma comunidade cultural, com toda a sua diversidade, o pode ser.”.

Ângela Bettencourt, coordenadora da Biblioteca Nacional Digital, apresentou o projeto BDLB, explicando que logo em sua abertura, o portal já reúne metadados de uma rede que integra dezenas de instituições culturais nos dois países. O projeto já nasce com um respeitável conjunto de aproximadamente dois milhões de referências.

Vinicius Pontes Martins, que integra a equipe técnica da Biblioteca Nacional brasileira, para finalizar, realizou a navegação no sítio eletrônico da BDLB e mostrou que, ao invés de incorporar uma cópia em meio digital dos objetos digitais dessas instituições, a ferramenta funciona como uma espécie de bússola que agrega os registros dos documentos depositados em cada um dos repositórios mantidos pelas instituições, remetendo os usuários para o ambiente digital em que estão armazenados os documentos buscados em sua interface.

O portal da Biblioteca Luso-Brasileira pode ser consultado na Internet através do endereço http://bdlb.bn.br.

Texto: Felipe Assunção